Seguidores

terça-feira, 11 de fevereiro de 2014

RETALHOS DO CORAÇÃO



Promovida e grávida! Na vida sempre é necessário fazer escolhas. Mas Anna Larkin descobriu que às vezes é a própria vida que faz a escolha por nós. Ela tinha certeza de que jamais poderia engravidar, por isso investiu tudo na carreira profissional. Quando estava prestes a ganhar uma promoção, chegou um novo chefe: o mesmo homem com quem Anna tivera um caso poucas semanas antes. Assim que Tanner soube que ela seria sua subordinada, tomou uma decisão pelo bem de ambos. Afinal, prazer e negócios não se misturam. Anna concordou com ele... Mas quando descobriu que algo inesperado havia acontecido... Tudo poderia mudar! Capítulo Um Saiu da estação de metrô para debaixo de um aguaceiro, uma chuva torrencial. Fortes rajadas de vento desarmavam até os guarda-chuvas. Anna Larkin abaixou a cabeça e começou a subir a Montgomery Street. Seus tênis estavam já ensopados, mas era melhor do que molhar os scarpins que carregava na sacola. O cabelo ficaria um desastre. Porém, essa era a menor das suas preocupações. Era fim de outubro e chovia freqüentemente em São Francisco. Esse dia não estava sendo diferente. Ainda assim, Anna apenas desejou que o dia tivesse sido ensolarado ou, ao menos, seco. Estava ficando gripada, e caminhar sob a chuva certamente não iria ajudá-la. Coisas ruins sempre vêm em trios, refletiu. Primeiro recebera uma ligação da irmã, nessa semana, para compartilhar alegremente a notícia de que estava esperando outro bebê. Anna havia tentado celebrar também, mas não tinha chance de ter um bebê, e cada vez que precisava fingir que não se importava, a situação piorava. Depois veio a gripe. Geralmente Anna era saudável, e mesmo no inverno, não costumava ficar gripada e, realmente, não precisava de mais essa. Agora, correr em meio à chuva para chegar ao trabalho a fim de conhecer o homem que iria tomar o comando da empresa tinha sido a última gota. Tudo o que queria era voltar para a cama e dormir. Nesse instante, Anna alcançou o luxuoso salão do arranha-céu. Em seguida, livrou-se do máximo de água que pôde da capa de chuva e do cabelo antes de entrar em um dos elevadores. Assim que chegou ao andar do escritório, sua amiga é colega de trabalho, Teresa, a saudou. — Você está horrível! — A amiga exclamou, tomando-a por um dos braços e apressando-a na direção do toalete. Uma vez no interior, Anna espiou o próprio reflexo no espelho. Estava pior do que se sentia. Pálida e com o cabelo revolto e úmido, realmente parecia doente. — Hoje é o dia em que, finalmente, conheceremos o nosso novo chefe, você certamente irá causar uma impressão — provocou Teresa. — Apresse-se!

BAIXAR

Nenhum comentário:

Postar um comentário